Ecologia Urbana

O Caminho para uma Sociedade Sustentável

Um dos projetos de sustentabilidade mais conhecidos no mundo; são os projetos de compensação de créditos de carbono. Por esses projetos, comunidades e empreendimentos das mais diversas áreas podem neutralizar as suas emissões de carbono através de negociações que levem ao estabelecimento de compensações para captação desse carbono emitido.

Desta forma, uma indústria que tenha um alto índice de emissões de carbono pode vender “comprar créditos” de projetos sociais ou empresariais que visem retirar esse carbono do ambiente; como empreendimentos de reflorestamento, por exemplo.

Para que comunidades ou empreendimentos se ofereçam para operar nesse mercado, devem submeter seus projetos de sustentabilidade nessa área a entidades ambientais ou a organismos da administração municipal, estadual e federal que encaminharão e fiscalizarão o andamento desses projetos. Da mesma forma, essas entidades darão assistência técnica aos componentes desses projetos de sustentabilidade e formando multiplicadores e difusores para a comunidade. Apresentando e oferecendo ferramentas e opções para maximizar os ganhos e os lucros dos projetos.

O mais importante; é fazer com que a comunidade participe e entenda o real aspecto desses projetos de sustentabilidade e o quanto eles podem melhorar a sua existência. Trabalhar numa metodologia que leve sempre em consideração as particularidades de uma determinada região geográfica e sua população é uma condição básica para que os projetos alcancem seus objetivos e que tenham o máximo de empenho das comunidades envolvidas. Pois, se não houver, uma identificação dos indivíduos com os projetos de sustentabilidade aplicados; as chances de um fracasso desastroso aumentam muito.

Uma boa idéia para aumentar a participação da comunidade é começar pelo envolvimento das crianças e dos estudantes locais. Através da conquista desses indivíduos, haverá uma profusão de adesões e uma maior penetração das medidas e dos procedimentos a serem implantados para nortear os projetos.

Itens como aprovação dos projetos de sustentabilidade e das técnicas e metodologias utilizadas; os valores a serem auferidos com a venda dos certificados de carbono e como essa arrecadação será revertida para a sociedade e a comunidade local; o grau envolvimento, participação e empenho da comunidade e o correto entendimento do funcionamento dos projetos; serão de suma importância para provocar e solidificar o interesse de empresas ou de entidades internacionais e nacionais que pretendam neutralizar suas emissões e buscam, constantemente, no mercado possibilidades para tal.

As recentes transformações climáticas e a preocupação da população mundial com os efeitos delas em suas vidas; fez com que a responsabilidade ambiental passasse a ser muito mais valorizada e se tornasse um importante diferencial de mercado. Por causa disso, projetos de sustentabilidade como esses; passaram a representar para muitas comunidades pobres e de baixa renda, uma oportunidade de ouro para o seu desenvolvimento e a melhoria de suas condições gerais de vida.
Não resta mais dúvida para nenhum empresário com o mínimo de informações, que esses empreendimentos tem um elevadíssimo potencial de sucesso e representarão a redenção para inúmeras pessoas; libertando-as do ciclo terrível da miséria e da indigência total.